Entenda o Processo Gráfico

 In Sem categoria

Entenda o Processo Gráfico

Antes mesmo de criar o projeto gráfico a ser impresso ser impresso, será muito importante definir, enquanto arquivo digital, qual será o sistema de impressão e o tipo de papel em que esse projeto será impresso.

Não só por questões de orçamentos, mas também por questões intimamente ligadas à estrutura interna do arquivo. Para discutir estas questões procure a Kiama Gráfica Rápida e exponha as características principais do projeto (tiragem, tamanho final, número de cores, tipo de papel, etc.), para que possamos auxiliá-lo numa escolha mais adequada do sistema de impressão e tipo de papel.

O conceito de impressão digital está relacionado com imprimir sem a utilização de fotolito ou matriz. Os dados para essa reprodução vem de arquivos, em sua maioria no formato PDF, porém ela pode partir de qualquer tipo de arquivo. Como cada impressão começa e termina, é possível criar variações entre os grafismos, resultando nos dados variáveis (VDP – Variable Date Print), permitindo personalização e customização do layout, dependendo dos objetivos do projeto gráfico.

 

A personalização dos itens a serem impressos não é novidade. A muitos anos recebemos nossas contas com a descriminação dos serviços prestados e o respectivo valor. A alguns anos porém, os departamentos de marketing das empresas perceberam que materiais promocionais personalizados e por vezes, com layouts customizados podem ter um poder de atenção do consumidor muito maior do que um projeto genérico. Existem vários estudos que mostram que nos sentimos bajulados quando recebemos uma mala direta com características específicas. E que essa sensação pode ser revertida em compra do produto divulgado.

 

Outra vantagem da impressão digital é a possibilidade de reproduzir sob demanda. É possível fazer 100 cartões de visita ou 1 banner ou 1.000 flyers no mesmo dia, dependendo da situação, até mesmo na hora, sempre com a capacidade de imprimir mais exemplares posteriormente.

Essa característica atendeu um nicho do mercado gráfico que antes era órfão. O sistema offset, principal concorrente da impressão digital, possui custos iniciais que inviabiliza a impressão de pequenas tiragens, apesar da quedas significativas no número de impressões desse sistema.

 

Um segmento que utiliza a impressão digital são os processos editorias para confecção de apostilas, manuais de eletroeletrônicos, manuais técnicos, cuja inovação tecnológica requerem revisões periódicas, catálogo de produtos com preços e listas de produtos com códigos e descrições, bastante utilizados por representantes comerciais. A Kiama Gráfica Rápida é especialista nesse seguimento.

 

Esses projetos gráficos são impressos em máquinas baseadas em sistema eletrostático, sensibilização das áreas a serem impressas em um tambor que por um processo magnético adere o toner, transferido para o substrato. Para fixação do toner é necessário passar por um fusor com alta temperatura.

 

O nome toner provém do inglês e significa tonalizador. É uma tinta em pó composta por carbono e polímero utilizada para impressão digital. Necessita de fusão a calor para aderência no substrato.

 

 

Para quem está acostumado com a impressão offset, a quantidade de cores resultante da impressão digital é menor, principalmente nos processos que utilizam toner, porém isso não desmerece o sistema. Para os designers é interessante tomar um pouco de cuidado com tons pastéis. O uso de cores Pantone também não é possível. Essas cores, quando utilizadas no layout, serão convertidas para cores de processo (CMYK), para serem reproduzidas.

 

Outro segmento em que podemos encontrar a impressão digital é o mercado de Sinalização e Comunicação Visual. Nessa área encontramos as plotters, impressoras de grande formato, que são utilizadas para reprodução sobre papel, lona, tecido, adesivo vinil, pvc, entre outros substratos. Nessas máquinas a tinta é líquida, na maioria das vezes a base de solvente ou eco-solvente, como é o caso da Kiama Gráfica Rápida, trabalhamos com impressora plotter com tinha ecológica, que é transferida para o substrato por meio de jatos. Podem possuir várias cores básicas além das de processo (CMYK), aumentando a qualidade das imagens reproduzidas.

Recent Posts

Leave a Comment